mañana

por Alice Shintani

1

Na língua japonesa, “amanhã” é a soma dos ideogramas “claridade” e “dia”.
Reza a lenda que dentre os imigrantes japoneses que viveram no Brasil, havia aqueles com o costume de desenhar ideogramas no ar para não esquecê-los. Não cabia a fala após um dia de trabalho, tampouco a escrita. Contava-se com os dedos e o céu ou, quase sempre, o lampião.

2

Instruções para “Manãna”:
a) Conte as estrelas no céu entre Havana e Guantânamo;
b) Compare-as com as estrelas que encontrar entre Guantânamo e Havana;
c) Faça as contas;
d) Desenhe o resultado.

+
Para “Técnicas de Desaparecimento”, projeto conduzido por Renan Araujo.

so-so eng?